CARNAVAL COM CIÊNCIA

Troça “Com Ciência na Cabeça e Frevo no Pé” anima foliões da terceira idade no Espaço Ciência

O grupo de idosos do Tacaruna Social descobriu, nesta quinta-feira, 8 de fevereiro, que é possível unir a folia de Momo e a Ciência. O grupo animou o desfile da troça “Com Ciência na Cabeça e Frevo no Pé”, do Espaço Ciência. A folia é a primeira ação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Pernambuco e marcou a inauguração de duas novas atrações do Museu: a “Sala Maluca” e o “Olhar de Escher”.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS

A troça, criada em 2005, já desfilou pelas ruas do Recife, de Olinda, São Caetano, Belém de São Francisco e de Garanhuns. O objetivo é aproveitar o período carnavalesco para fazer divulgação científica.

Junto com a Orquestra de Frevo e os foliões, quem acompanha a troça são os bonecos cientistas gigantes, a exemplo de Albert Einstein, Ricardo Ferreira, Milton Santos e Charles Darwin. “É, por tradição, a primeira ação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Pernambuco”, conta Roberta Cristina, da Gerência de Programas do Espaço Ciência e coordenação da SNCT-PE.

Segundo Roberta, a brincadeira marca também o lançamento do tema da SNCT no estado que, este ano, será “Ciência para redução das desigualdades”. A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia acontece durante o mês de outubro quando, em diversos estados do país, acontecem eventos e ações para divulgação e democratização do acesso à Ciência. Em Pernambuco, a SNCT é coordenada pelo Espaço Ciência.

Edmare Caneca não sabia quem eram aqueles bonecos gigantes. Aproveitou para conhecer quem foi Albert Einstein, por exemplo. E até tirou fotos com ele. Ela conta ainda que gostou muito das novas atrações.

INAUGURAÇÃO – Na “Sala Maluca” e no experimento “Olhar de Escher”, os visitantes se surpreendem com suas percepções. Na “Sala Maluca”, por exemplo, tem a impressão de estar caindo, vê sua imagem no espelho se deslocar para trás, observa objetos que rolam morro acima e não conseguem se levantar de uma cadeira. “A gente pensa que vai cair quando entra na Sala. E é difícil levantar da cadeira. Tive que fazer força”, conta Edmare.

Junto com sua colega Maria Madalena, ela também percebeu, com o experimento “Olhar de Escher”, que tamanho é apenas uma questão de ponto de vista. “Eu sou mais alta que ela, mas fiquei bem pequenininha e ela ficou quase gigante”, conta Madalena.

Para o diretor do Espaço Ciência, Antonio Carlos Pavão, a troça carnavalesca e as novas atrações seguem o princípio do Museu de que a Ciência pode ser divertida e deve provocar o encantamento. “A gente marca este reinício de ano letivo das escolas com novidades bastante atrativas: a Sala Maluca; o Olhar de Escher; e a exposição Minha Casa tem Ciência?, inaugurada em janeiro”.

O Espaço Ciência funciona de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h e nos fins de semana, de 13:30h às 17h. Escolas, instituições ou grupos de mais de dez pessoas devem agendar a visita pelo telefone (81) 3241.3226.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *