FESTA DA CIÊNCIA NO SERTÃO

Encerramento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Pernambuco transforma Afogados da Ingazeira em uma grande Festa do Conhecimento

20171029_110731

20171028_173817Está oficialmente encerrada a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Pernambuco. Durante dois dias, a praça central do município de Afogados da Ingazeira se transformou em uma grande festa da Matemática e da Ciência. Milhares de pessoas – estudantes, crianças, adultos, idosos, moradores da área rural e da reserva indígena – puderam embarcar nesta aventura do conhecimento.

Com a presença do prefeito do município José Patriota e de representantes da Secretaria de Educação; das redes Estadual, Municipal e Particular de Ensino; e do Espaço Ciência e Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Estado, a solenidade de encerramento foi realizada no final da manhã do dia 29.

O prefeito José Patriota lembrou porque vale a pena investir na educação e na Ciência: “Não é a Cúpula de Brasília que vai transformar o Brasil. A transformação se faz nas ruas, nas escolas, nas praças e não há transformação sem Ciência e Educação”, ressaltou.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS DO ENCERRAMENTO

CONFIRA O VÍDEO EM NOSSA PÁGINA DO YOUTUBE

20171028_163014 20171028_163435 20171028_173519 20171029_100213Essas sementes de transformação foram plantadas em Afogados da Ingazeira e em cada um das dezenas de municípios e instituições que fizeram parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. O município que sediou a festa de encerramento mostrou por que tem alunos premiados nas Olimpíadas de Matemática – um deles medalhista de Ouro.

Mais de dez escolas apresentaram projetos, a maioria na área de Matemática. A Escola Ana Melo, onde estuda o campeão de Matemática, é um exemplo. Jogos divertidos, elaborados com sucata e com participação de pais, alunos e professores, chamaram a atenção: Circuito Algébrico, Roleta das Expressões e outros jogos estimulavam a disputa e a brincadeira com a matemática.

Já a meninada do EREM Professor Ione de Barros brincou de fazer “mágica” com números e mostrou que não há truques por trás dessa magia, apenas Ciência. A turma da Escola Monsenhor mostrou seus conhecimentos de Robótica; os alunos do EREM Monsenhor Antônio Pádua mostraram quanta física existe por trás da culinária e os jogos matemáticos se espalharam por todos os cantos, em stands de escolas como a Domingos Teotônio, Carlos Cottart, Prof. Francisca Lira, Dom Mota, Levino Cândido, Gizelda Simões, entre outras.

As atividades interativas do Ciência Móvel e da Exposição Jogos e Acasos também chamaram atenção. Um pouco mais adiante, no cinema da cidade, alguns grupos se deleitavam com o Planetário e aprendiam que, com o exemplo dos Notáveis Cientistas de Pernambuco, que em nossa terra se produz Ciência e temos muito do que nos orgulhar.

O céu foi uma atração à parte. Junto aos telescópios instalados na Praça pela Caravana da Astronomia, crianças, jovens e adultos faziam fila para ver a Lua, o Sol ou Saturno.

A Caravana da Astronomia, do projeto Desvendando o Céu Austral da UFRPE, também juntou a meninada para construir foguetes com tecnologias diversas. E foi com o lançamento dos foguetes que foi encerrada a SNCT-PE –  sinal de que, com Ciência, se vai longe.

CONFIRA A PLAYLIST DA SNCT-PE NO YOUTUBE

CONFIRA A COBERTURA COMPLETA DA SNCT-PE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *