COMEÇA A SEMANA DA ÁGUA

Com mais de 700 visitantes e atividades espalhadas em todo o Museu, tem início a programação da Semana da Água

foto1

Está oficialmente aberta a Semana da Água 2017. Com presença dos vários parceiros que promovem anualmente o evento, o Espaço Ciência iniciou nesta segunda (20) uma semana de programação voltada para o tema. “Mais da metade de nosso corpo é água. A gente morre muito antes de sede que de fome. Então, precisamos aprender a utilizar melhor este bem tão precioso”, afirmou o diretor do Museu, Antonio Carlos Pavão.

São parceiros na realização do evento a Apac (Agência Pernambucana de Águas e Climas),  CPRH (Agência Estadual de Meio Ambiente) e a Secretaria de Saúde do Recife. “Há 20 anos, trabalhamos em parceria para estimular a reflexão sobre o uso racional da água”, ressaltou o presidente da Apac, Marcelo Asfora. O tema deste ano, escolhido pela ONU, é Águas Residuais, que traz à tona as possibilidades de reutilização das águas.

No primeiro dia do evento, 735 estudantes vieram ao local. A área Água, da Trilha da Descoberta do Museu, foi uma das mais disputadas. A meninada fez fila para fazer um passeio de barco pelo espelho d’água. E também observou, na prática, o funcionamento de uma hidrelétrica; aprendeu quanto de água existe em seu corpo; observou várias possibilidades de uso da água; e muito mais.

Mas não foi só na área Água que o tema foi discutido. Espalhadas nos vários ambientes do Espaço Ciência, atividades, oficinas, experimentos e exposições chamaram a atenção de professores e alunos.

Já na entrada, os visitantes puderam conferir um experimento que utiliza a robótica para captação da água da chuva.

No pavilhão, outras duas  experiências chamaram atenção: um carro movido a hidrogênio, produzido a partir da separação das moléculas da água; e um microscópio de água, feito com um laser apontado para uma pequena gota.

Na Área Água, além de desfrutar dos experimentos do Museu, a meninada pôde aprender, na oficina “Erosão Hídrica”, como a água age em diferentes tipos de solo.

Uma atividade que chamou a atenção foi o foguete construído com garrafa pet e que subia aos ares com a pressão da água como propulsora. A meninada também se divertiu aprendendo a construir um filtro para reutilização da água, usando algodão, areia, cascalho e pedra.

No auditório, a performance “Tudo num Copo d’água” fez todo mundo rir e, ao mesmo tempo, aprender sobre densidade da água, tensão superficial da água, entre outras propriedades.

“A programação vai até sexta-feira (24). São mais de 25 atividades, espalhadas todos os dias em cada canto do Museu”, explica a gerente de Visitas do Espaço Ciência, Claudiane Santos.  Nesta terça (21), uma das atrações é a peça “Água, e eu com isso?”, trazida pela CPRH. A apresentação acontece às 11 horas, no auditório. Confira o que tem pra ver:

  • ROBÓTICA: Sistema de Captação de Água da Chuva
  • PAVILHÃO: Microscópio de Água; Carro de Hidrogênio; Construindo o relevo sobre as águas
  • ÁREA ÁGUA: Erosão Hídrica do Solo; Canal de Água
  • PERCEPÇÃO: Exposição “Água, um recurso vital”
  • CASA LABORATÓRIO: Horta de PVC
  • METARECICLAGEM: Descontaminando a Água
  • ESTAÇÃO METEOROLÓGICA: Quando a Chuva cair
  • ÁREA TERRA: Circuito Ambiental
  • ÁREA DE TRILHA: Tratamento de águas residuais domésticas
  • ÁREA ESPAÇO: Missão Água; Foguete de Água; Da drenagem à fonte de energia
  • AUDITÓRIO: “Tudo num Copo d’água”; “Água, e eu com isso?”
  • HALL SUL: Exposição Água Rara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *