A MAGIA DA MATEMÁTICA

No Dia da Matemática, visitantes se espantam e encantam  com a mágica dos números e diversão dos jogos

DiaDaMatematica (4)

DiaDaMatematica (1)Com olhos de espanto, jovens e crianças que visitaram o Espaço Ciência nesta sexta-feira (5) observaram outros jovens, futuros professores de matemática, adivinhar números e peças de dominó. Maior ainda foi o espanto em saber que não havia nisso qualquer magia “sobrenatural”: era, simplesmente, a mágica dos números e cálculos. Todos eles puderam descobrir o quanto a matemática pode ser divertida e encantadora.

Em jogos como Corrida de Cavalos ou Jogo do NIM, os visitantes puderam descobrir que os chamados “Jogos de Azar” não são apenas uma questão de sorte, mas de cálculos e probabilidades.

Com o dominó, o estudante de Matemática da UFPE, Sony pedrosa, deixou a turminha boquiaberta ao “adivinhar” quantas carroças eles tinham em mãos. Ou, a partir de algumas perguntas e cálculos, descobrir a peça que eles tinham escolhido.

DiaDaMatematica (2)Da mesma forma, o estudante Wellington Lins demonstrou a mágica da matemática. Com apenas algumas perguntas, descobria o número imaginado pelos visitantes. E maior espanto causou ao esclarecer que não há nisso nada de sobrenatural: trata-se apenas de montar a equação certa e fazer os cálculos.

As formas geométricas também causaram encantamento. A meninada adorou descobrir, junto com o estudante Ezequiel de Paula, as figuras que se formam dentro de um cubo ou pirâmide de canudo e arame, ao serem mergulhados em água e sabão. Também puderam usar elásticos para construir, com os próprios corpos, figuras geométricas.

DiaDaMatematica (5)De forma divertida e performática, o encantador de serpente André Filipe e seu ajudante Natanael Filho conseguiram, em tempo recorde, fazer o que nenhum dos visitantes conseguira: montar um cubo a partir da serpente de pequenos cubos ligados por um elástico.

Jogos como Torre de Hanói, Cubo Mágico, Tangram e Xadrez ganharam um toque diferente e mostraram o quanto a matemática pode ser divertida. Essas e outras oficinas foram feitas a partir de parceria com estudantes de Matemática da UFPE, sob orientação dos professores Marco Baroni e André Meireles.

Além das oficinas propostas pelos estudantes da Universidade Federal, a equipe do Espaço Ciência levou os visitantes para conhecer experimentos e jogos permanentes como o Jogo da Velha em 3D, os poliedros de Platão, o PI, Plano Cartesiano e Xadrez Gigante.

FRANCIS DUPUIS, PRESENTE! – Um momento emocionante do dia foi a homenagem ao matemático Francis Dupuis, que foi secretário-executivo do Espaço Ciência. Com lágrimas nos olhos, o professor José Alberto Sales lembrou, não apenas a contribuição dada por Francis ao Museu, mas a figura maravilhosa e querida por todos que conseguia despertar o olhar de cada um para a matemática que está em tudo.

homenagem

A esposa de Francis, Kátia Dantas, aproveitou o momento para dar um recado aos estudantes que assistiam à homenagem: “Estudem! Façam como Francis. Até a hora de partir, ele nunca deixou de estudar, porque sabia que, no mundo, sempre há algo para ser aprendido!”

Para estimular os visitantes a refletirem sobre a presença da matemática em suas vidas, o Espaço Ciência propôs mais uma atividade. Eles poderiam escrever, no Mural dos Porquês, uma resposta à pergunta: – A Matemática está em tudo: onde?

Depois, deveriam tirar uma foto junto a sua resposta e postar na fanpage do Espaço Ciência. Quem tiver a foto mais curtida ganhará um kit de jogos pedagógicos do Projeto Gepetto, da Ação Social do Museu.

O muro ganhou respostas bastante interessantes: a matemática está na música, no tempo, em nossa altura, na comida, nos sapatos, na palavra que a gente fala…

“A Matemática está em tudo” é o tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2017 que ocorre no mês de outubro, em todo o país.

LEIA MAIS:

> CONFIRA O VÍDEO EM NOSSO CANAL DO YOUTUBE

> CONFIRA O VÍDEO DA HOMENAGEM A FRANCIS

> Jogos, oficinas e mais de 30 atividades de Matemática movimentam o Espaço Ciência nos dias 5 e 6

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *