O QUE FAZEMOS

15_02_2017 (4)

Visitação no Museu – O Espaço Ciência funciona de segunda a sexta, de 8h às 12h e das 13h às 17h; e nos fins de semana, de 13:30h às 17h. O atendimento é gratuito, com visitas mediadas nas exposições e centenas de experimentos interativos, espalhados pelas diferentes áreas do Museu. De acordo com pesquisa do IBRAM, está entre os cinco museus mais visitados do nordeste, com mais de 100 mil visitantes por ano.

Semanas Temáticas – No período de Semanas Temáticas, além das exposições e experimentos permanentes, são oferecidas diversas oficinas e atividades na área. Dentre elas: Ciência nas Férias (janeiro e julho), Semana da Água, Semana dos Povos Indígenas, Semana dos Museus, Semana da Energia, Semana do Meio Ambiente, Semana da Astronomia. CONFIRA O CALENDÁRIO ANUAL 2018

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – O Espaço Ciência coordena a SNCT-PE, apoiando e integrando as ações desenvolvidas por instituições em dezenas de municípios. Em 2017,  foram quase 12 mil atividades em 50 cidades (confira).

Observatório da Sé –  O Espaço Ciência coordena o Observatório da Sé, com exposições, observações astronômicas e atividades de divulgação científica na área de Astronomia. Em 2017 atendeu 54.879 visitantes.

Ação Itinerante – O Ciência Móvel e a Caravana Notáveis Cientistas de Pernambuco circulam por municípios de todas as regiões do estado, levando atividades e experimentos interativos a pessoas com pouco acesso ao conhecimento científico. Em 2017 atendeu a cerca de 70 mil pessoas em visitas a 23 cidades.

Ação Educativa – O Espaço Ciência organiza, há 23 anos, a Ciência Jovem, Feira de Ciências que recebe milhares de visitantes e centenas de projetos de todos os estados do país e de outros países da América Latina. Também promove o Torneio Virtual de Ciência, lançando desafios mensais que estimulam a produção científica e tecnológica na escola, que é compartilhada e divulgada pelos estudantes por meio de ferramentas digitais.

Ação Social – O Espaço Ciência desenvolve os projetos CLICidadão (inclusão digital); Jardim da Ciência (jardinagem) e Gepetto (Ateliê de Jogos Educativos) com pessoas de baixa renda, sobretudo moradores do entorno. Foram 18.341 atendimentos em 2017.