CIÊNCIA JOVEM: 123 PRÉ-INSCRITOS

Com 123 projetos registrados antecipadamente, 28ª Ciência Jovem anuncia realização em formato híbrido

Cento e vinte e três projetos efetuaram suas pré-inscrições na 28ª Ciência Jovem. Promovida anualmente pelo Espaço Ciência, a feira de Ciências pernambucana é uma das maiores e mais antigas do país, com projetos de todos os estados brasileiros e também de outros países. Este ano, ela será realizada de forma híbrida, com apresentações presenciais e remotas nos dias 9,10 e 11 de novembro. O período de inscrições definitivas é aberto em agosto. Mas quem realizou a pré-inscrição já garante um ponto no resultado final.

O objetivo das inscrições antecipadas é estimular a realização de projetos científicos durante todo o ano letivo, de forma integrada ao calendário escolar. E a quantidade de pré-inscrições mostra que, mesmo com o cenário de pandemia, a estratégia está dando certo. “Temos mais de 120 equipes que já definiram o tema de suas pesquisas e terão mais tempo para concluí-las, trabalhando coletivamente”, afirma o diretor do Espaço Ciência, Antonio Carlos Pavão.

Estes projetos precisam renovar suas inscrições em agosto, quando abre o prazo para registro definitivo. Dentre os pré-inscritos, 112 são projetos de Pernambuco, dentre os quais 75% são da Rede Pública. Além de Pernambuco, efetuaram pré-inscrições projetos do Amapá, Bahia, Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

O período de inscrições definitivas vai de 01 a 31 de agosto e, para projetos de Feiras afiliadas, de 01 a 15 de agosto. Confira o cronograma:

  • 01 a 15/08: Inscrição de projetos das afiliadas
  • 01 a 31/08: Inscrições definitivas
  • 20/09: Divulgação dos projetos que se apresentarão no modalidade presencial e remota
  • 09, 10 e 11/11: CIÊNCIA JOVEM 2021

HÍBRIDO – Depois de dois anos sendo realizada apenas de forma remota, a 28ª Ciência Jovem volta a reunir os projetos presencialmente. Mas também será possível optar pela apresentação à distância. Dentre os 123 pré-inscritos, por exemplo, 16 preferem a apresentação remota. A feira presencial terá vaga para 170 projetos. “Caso o número de inscritos que optarem pela apresentação presencial for maior, faremos a seleção”, explica Eulália Almeida, da Coordenação da Ciência Jovem.

Para os que optarem pela apresentação à distância, o processo será semelhante ao realizado no ano passado, com uma plataforma para as apresentações ao vivo e link para quem quiser assistir.

Todos os projetos, tanto os que se apresentarão de forma presencial quanto os que farão apresentação remota, deverão enviar vídeos, que serão postados no canal de Youtube da Feira.

Em 2021, foram 442 projetos, de 22 estados brasileiros e outros cinco países, com mais de 94 mil visualizações no Youtube e cerca de 1500 espectadores ao vivo nos três dias de realização da feira remota.

Comentários estão fechados.