DESAFIOS DE 2021

Confira os relatórios de 2021 e o calendário previsto para 2022

No segundo ano de convivência com um cenário de pandemia, novos desafios e obstáculos foram impostos ao Espaço Ciência. Agora, já não se tratava mais de descobrir as tecnologias a serem usadas em um período de isolamento social, mas de descobrir estratégias para manter o interesse por estes recursos digitais. Propor desafios que pudessem envolver o público, fazendo-os interagir de forma dinâmica com as redes sociais; estimular os monitores na criação de oficinas interativas que pudessem ser oferecidas às escolas de forma remota;  pensar em transmissões ao vivo empolgantes – que conseguissem fazer das redes sociais um espaço de divulgação científica.

 CONFIRA O RELATÓRIO GERAL  

CONFIRA O RELATÓRIO CONDENSADO

Com o início do processo de vacinação,  manutenção e melhorias na estrutura do Museu tornaram-se uma das prioridades da equipe. Era preciso deixar o Museu pronto para a perspectiva da reabertura. E não foi pouco o trabalho: além da recuperação e manutenção de equipamentos e estruturas,   uma nova exposição foi inaugurada e duas estão prontas para inauguração; sem falar nas melhorias na sinalização do Museu ou  na pintura do mapa gigante de Pernambuco. 

            As visitas foram retomadas em julho. A princípio, de forma restrita – apenas nas tardes de sextas, sábados e domingos; para grupos de menos de dez pessoas; e com agendamento prévio para garantir um limite de apenas 150 pessoas por turno. Com o avanço da vacinação, foi possível ampliar a visitação a partir de outubro, quando o Museu voltou a receber visitas escolares e a funcionar todos os dias. Ainda assim, permaneceram disponíveis ao público apenas os experimentos situados em ambientes abertos.

            À medida que os serviços, escolas e espaços de lazer  iam sendo reabertos, caía o interesse pelas atividades realizadas de forma remota. O interesse por transmissões ao vivo ou atividades remotas foi sendo reduzido, ao mesmo tempo em que aumentava o engajamento em redes sociais que proporcionavam conteúdos mais rápidos e interativos. Em menos de seis meses, o público de Youtube começou a migrar para o Tik Tok ou Instagram, o que levou o Espaço Ciência a repensar suas estratégias no que se refere às redes sociais.

            As perspectivas são animadoras: a vacinação continua avançando e, em janeiro de 2022, o Espaço Ciência reabre também as exposições em ambientes fechados, incluindo as duas novas exposições. Aos poucos, também a ação itinerante começa a retomar suas viagens, com o Ciência Móvel e Caravana Notáveis Cientistas de Pernambuco. E espera-se que, em 2022, seja possível realizar todas as ações de forma presencial, sem prescindir das tecnologias digitais descobertas durante o período de isolamento, como forma de reforçar o engajamento e a relação com o público.

CONFIRA O CALENDÁRIO ANUAL DO ESPAÇO CIÊNCIA

Comentários estão fechados.