27ª CIÊNCIA JOVEM À DISTÂNCIA

Por conta da pandemia, Feira de Ciências pernambucana vai repetir a estratégia do ano passado

A 27ª edição da Ciência Jovem, uma das maiores e mais antigas Feiras de Ciências do Brasil, será realizada à distância. Organizador do evento há 27 anos, o Espaço Ciência, museu de ciência de Pernambuco, optou por repetir a estratégia utilizada no ano passado em função dos altos índices de contágio da Covid19. “Temos esperança de que, com a aceleração do processo de imunização, em novembro a situação esteja melhor. Mas, como precisamos de uma definição para organizar o evento com antecipação, optamos por manter o formato remoto””, afirma o diretor do Museu e coordenador geral da Feira, Antonio Carlos Pavão.

Assim como no ano passado, haverá salas de apresentação ao vivo dos projetos, com links de transmissão ao público em tempo real. Os projetos também enviarão seus vídeos, que poderão ser conferidos e submetidos à votação popular, no canal da Ciência Jovem no Youtube. Também no canal, serão transmitidas as lives de abertura, encerramento e programação cultural.

As inscrições têm início em agosto. Para estimular a realização dos projetos desde cedo e durante o ano letivo nas escolas, o Espaço Ciência realizou, nos meses de abril e maio, a pré-inscrição de projetos, que garante um ponto no resultado final. E a quantidade de pré-inscrições mostra que, mesmo com o cenário de pandemia, a estratégia está dando certo. “Temos 211 equipes que já definiram o tema de suas pesquisas e terão mais tempo para concluí-las, trabalhando coletivamente ao longo de todo o ano”, afirma Pavão.

A CIÊNCIA JOVEM é realizada anualmente em Pernambuco pelo do Espaço Ciência – Museu vinculado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado. Uma das mais antigas e representativas do país, reúne centenas de projetos de todos os estados, além de alguns outros países.
Podem participar da feira escolas da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio nas modalidades regular, educação especial e EJA, das redes pública e privada. Cada escola participante pode concorrer com até dois projetos de alunos, em categorias diferentes.

Para os projetos de alunos, são cinco categorias diferentes: Iniciação à Pesquisa, voltada para os alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental (1º ao 5º ano); Divulgação Científica, dirigida ao Ensino Fundamental (6º ao 9º ano); Desenvolvimento Tecnológico e Incentivo à Pesquisa, para alunos do Ensino Médio; e Francis Dupuis, destinada aos alunos de outros países.

Já os projetos de professores, categoria Educação Científica, tem como objetivos incentivar a reflexão sobre o processo de ensino-aprendizagem e socializar experiências bem sucedidas. São aceitas inscrições com apenas um professor por projeto, em formato de relato reflexivo de experiência pedagógica.

SE LIGUE NA AGENDA

  • 01 a 31 de agosto: Inscrições de projetos (gerais)
  • 01 a 15 de agosto: Inscrições de projetos de feiras afiliadas
  • 20 de setembro: Divulgação dos projetos selecionados
  • 10, 11 e 12 de novembro: CIÊNCIA JOVEM 2021

Comentários estão fechados.