CARNAVAL E CIÊNCIA EM CASA

Troça “Com Ciência na Cabeça e Frevo no Pé” invade a casa dos foliões na terça-feira de Carnaval

Na próxima terça-feira de Momo, 16 de fevereiro, a folia se une à Ciência e invade as casas dos foliões. A troça “Com Ciência na Cabeça e Frevo no Pé” mantém a tradição e lança o tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). Na transmissão ao vivo, pelo Youtube Espaço CiênciaPE, estarão presentes bonecos cientistas gigantes, personagens ilustres que ajudaram a construir a trajetória da troça, equipe e parceiros que constroem a SNCT-PE. Vai ter bate-papo, divertidas brincadeiras científicas, muito frevo e lembranças de antigos carnavais.

A programação começa às 14h, com uma conversa animada entre alguns dos que ajudaram a construir a história da troça: o presidente da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), Ildeu Castro; o presidente da Academia Pernambucana de Ciência, José Aleixo; o diretor do Espaço Ciência, Antonio Carlos Pavão, e o astrofísico da UFRPE, Antonio Carlos Miranda. Em seguida, o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, Lucas Ramos, abre oficialmente a folia científica e lança o tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

A SNCT – “Ciência e Libertação”. O título do livro do Físico pernambucano José Leite Lopes dá nome ao tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Pernambuco. Nacionalmente, a temática definida para o evento é transversalidade da ciência e tecnologia e inovações para o planeta. “Para simplificar, escolhemos a frase de Leite Lopes que consagra a importância do conhecimento científico, sobretudo em um cenário como o que estamos vivendo hoje”, explica Antonio Carlos Pavão. A SNCT ocorre oficialmente em outubro, mas tem atividades que se estendem durante todo o ano.

A primeira delas é o tradicional desfile da troça “Com Ciência na Cabeça e Frevo no Pé”, que completa 16 anos. A troça, que já viveu tempos áureos, em que era possível, a cada ano, agregar mais um boneco cientista gigante, sempre antecipou o carnaval e a SNCT.

A TROÇA – Criada em 2005, um ano depois do decreto que instituiu a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, a ideia era aproveitar a folia do carnaval para promover a divulgação de ciência e tecnologia. Fruto de parceria entre a SBPC PE, Espaço Ciência, CECINE, Prefeituras de Recife e Olinda, dentre outros órgãos, ela desfilou pela primeira vez no campus da UFPE durante o encerramento de uma reunião regional da SBPC. Na época, celebrava-se o centenário da teoria da relatividade, o que ensejou o surgimento do primeiro boneco gigante da troça: Albert Einstein.

Desde então, a troça já desfilou no Recife Antigo,  Olinda,  Garanhuns e São Caetano. A cada ano, um cientista era homenageado com boneco gigante e os bonecos já se fizeram presentes em eventos como as reuniões anuais da SBPC, a Conferência RIO + 20 e até já ilustraram um cartão natalino da União Europeia de Ciências. Nos últimos anos, a folia “Com Ciência na cabeça e frevo no pé” tem acontecido no próprio Museu, com participação dos visitantes e da equipe.

Comentários estão fechados.