DE OLHO NO CÉU DE FEVEREIRO

No segundo mês do ano, vamos celebrar o aniversário de Galileu Galilei e a descoberta do Cometa Olinda

Quem gosta de Astronomia, tem dois motivos para celebrar neste mês de fevereiro. No próximo dia 15, o astrônomo Galileu Galilei completaria 457 anos. E, no dia 26, pela primeira vez um cometa foi descoberto na América do Sul. O feito aconteceu no nosso Observatório Astronômico da Sé e o cometa foi batizado como Cometa Olinda. O Espaço Ciência vai preparar uma programação especial para comemorar estas datas. Fique ligado em nossas redes.

No mapa abaixo, você pode conferir os astros e constelações que estarão visíveis no céu noturno.

Vale ressaltar que a visibilidade está condicionada às condições meteorológicas e, sobretudo, à poluição luminosa. Por isso, a cada mês, o Espaço Ciência está convidando a refletir sobre a iluminação excessiva de nossas vias públicas, que ofusca a visão das estrelas e do céu noturno.

No dia 15, o Museu participa do evento Globe at Night, que convida as pessoas a fazerem o monitoramento da visibilidade do céu. A data marca também o aniversário de Galileu Galilei e haverá uma programação especial para celebrar a data.

Dentre os fenômenos astronômicos, destaque-se a conjunção da Lua com Marte e com algumas estrelas importantes, como Aldebarán, Pollux e Régulus. Confira:

Para fechar o mês, haverá uma programação especial para celebrar a descoberta do Cometa Olinda, no dia 26/02/1860. O primeiro cometa descoberto em terras da América do Sul foi observado pelo astrônomo francês Emmanuel Liaiss, quando estava em nosso Observatório Astronômico do Alto da Sé, em Olinda, à serviço do Observatório Imperial de Paris. O Cometa Olinda tem uma órbita parabólica, o que impede uma nova observação no mesmo local.

Comentários estão fechados.