A NOSSA “ESCOLA DE ATENAS”

Polos da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Pernambuco vão criar painéis baseados na obra de Sanzio

Os polos que fazem parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Pernambuco vão criar, em suas cidades ou instituições, painéis inspirados na obra “A Escola de Atenas”, de Rafael Sanzio. A proposta é identificar e valorizar as personalidades que fazem a diferença em cada cidade: artistas, cientistas, educadores, ativistas. Trata-se de uma das ações que compõem a programação da SNCT em Pernambuco. O evento, que ocorre desde 2004 graças a decreto do ex-presidente Lula, integra ações de Divulgação Científica em todo território nacional. Em Pernambuco, é organizada pelo Espaço Ciência e vai acontecer este ano de 19 a 23/10.

CLIQUE NA FIGURA PARA BAIXAR O PLANO DE FUNDO

A ideia da “Nossa Escola de Atenas” partiu de uma sugestão do físico Sérgio Mascarenhas para o Centro Mário Schenberg. Em artigo, publicado na Revista Educacional, ele propõe a renovação, por meio de votação, da obra do artista, valorizando cientistas, artistas, humanistas ou filósofos da atualidade. (CONFIRA O ARTIGO)

A proposta pernambucana é que cada polo escolha seus homenageados e utilizem o plano de fundo do cenário de Sanzi para compor sua arte. O foco são as homenagens locais, mas elas devem aparecer ao lado de outras personalidades – do mundo, do Brasil e de Pernambuco – à escolha de cada participante.

CONFIRA A ESCOLA DE ATENAS DE CADA POLO

A pintura original é um afresco e de 7,70m de base e 5,70m de altura realizada por Rafael entre 1509-1511, como parte de um grande ciclo de suas obras no Vaticano. São 56 personagens de grande importância na história do conhecimento Ocidental, a exemplo de Platão, Aristóteles, Sócrates, Pitágoras, Euclides, Heráclito, Zoroastro, Ptolomeu.

Nos painéis a serem confeccionados pelos participantes da SNCT-PE, é livre a escolha quanto ao número de homenageados – com uma proporção maior de personagens da cidade/instituição e presença também de personalidades do mundo, Brasil e de Pernambuco. Livre também é a forma artística de composição do trabalho: arte digital, grafitagem, colagem e os diversos estilos das artes plásticas são bem vindos.

Todas as obras criadas pelos polos devem ser registradas em fotos ou vídeos e compartilhadas com a organização da SNCT-PE pelo e-mail comunicacaoec@gmail.com. Junto com as fotos e vídeos, é importante identificar cada uma das personalidades que compõem o painel. Os trabalhos serão divulgados no site do Espaço Ciência e compartilhados nas redes sociais. Também haverá bate-papos ao vivo sobre a experiência integrada. “Com as criações de cada polo, conseguiremos montar um painel unificado que valoriza e homenageia àqueles que fazem a diferença em nosso estado”, afirma o diretor do Espaço Ciência Antonio Carlos Pavão.

Comentários estão fechados.