#EU DEFENDO O ESPAÇO CIÊNCIA

Espaço Ciência é alvo de bandidos e inicia campanha para reforçar a segurança

Fechado durante a quarentena, o Espaço Ciência vem sendo alvo de ataques de criminosos. O mais recente deles praticamente destruiu toda a exposição da área de Robótica: computadores, sensores, robôs, TVs, óculos VR, tablets… um prejuízo de mais de R$ 30 mil. “Com os primeiros casos, a Secretaria de Ciência e Tecnologia garantiu a contratação emergencial de um posto de ronda motorizada noturna. Mas ainda assim tem sido insuficiente”, afirma o diretor do Museu Antonio Carlos Pavão.

CONFIRA AS IMAGENS DO ROUBO REGISTRADAS PELA CÂMERA

A segurança do Espaço Ciência é feita por dois postos da Guarda Patrimonial e mais dois da ronda motorizada, um diurno e outro noturno. Entretanto, diante da ousadia dos ladrões, ainda é pouco. “São 120 mil metros quadrados equipados com experimentos e exposições, constituindo-se um valioso patrimônio para a formação de nossos jovens e de toda a população”, ressalta Pavão.
No caso mais recente, surpreende a tranquilidade dos criminosos, registrada pelas câmeras, que sequer se importam em serem identificados. As imagens mostram um momento em que eles chegam a fugir, possivelmente depois do alarme ter sido disparado. No entanto eles retornam algum tempo depois e efetuam o roubo tranquilamente.
Outras investidas já tinham sido notificadas à Polícia anteriormente. Desde o início da quarentena, foram feitos 14 boletins de ocorrência e registrados furtos de ventiladores, aparelhos de ar-condicionado, cafeteiras, condensadores, fiação, entre outros materiais. Recentemente, um ladrão chegou a ser pego em flagrante e conduzido à Delegacia pela ronda motorizada enquanto tentava roubar os fios e cabeamento da Trilha Ecológica.
“Estamos todos muito preocupados com o Museu. Se continuar dessa maneira, não vai sobrar nada de nossas exposições”, preocupa-se Pavão.

ESPAÇO CIÊNCIA NÃO PARA – Mesmo fechado, o Espaço Ciência continua ativo, propondo atividades por meio de seu site e suas redes virtuais. São oficinas e desafios, curiosidades, lives, depoimentos, propostas de experimentos e jogos para fazer em casa. Tudo isso é compartilhado também com vários escolas e educadores, que podem utilizar as propostas com seus estudante. Para acessar as atividades, visite o site (www.espacociencia.pe.gov.br) e as redes sociais do Museu: Espaço CiênciaPE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *