PE É DESTAQUE NA CIÊNCIA JOVEM

Projetos de estudantes e professores pernambucanos levam maioria das premiações da 25ª CIÊNCIA JOVEM

O estado de Pernambuco levou a maior parte das premiações da 25ª CIÊNCIA JOVEM. Das trinta premiações oferecidas, 24 foram para projetos pernambucanos. Entre as escolas que têm tradição na realização de Feiras de Ciências e trabalho com pesquisa, os resultados foram evidentes. É o caso de Salgueiro, Flores e de escolas da Zona da Mata Norte do estado. 

A empolgação marcou a cerimônia de encerramento. Em cada uma das falas, professores e alunos ressaltaram a paixão pelo ofício de educar, apesar das dificuldades e dos tempos sombrios; e deixaram claro que todos são vencedores. “Não é o prêmio o mais importante. É a oportunidade de mostrar nosso projeto, de ver nosso esforço ser reconhecido e saber que vale a pena fazer Ciência”, afirmou um estudante.

Confira: 

DESTAQUES DE PERNAMBUCO – Incentivo à Pesquisa: Quem sou eu? Questões e desdobramento à ideologia de gênero (PE)

DESTAQUES DE PERNAMBUCO – Desenvolvimento Tecnológico: Construção de fotômetro didático utilizando materiais de baixo custo (PE)

DESTAQUES DE PERNAMBUCO – Divulgação Científica: O mapa verde do Recife: ocupação de espaços ociosos por meio da arborização (PE)

VOTO POPULAR: Incrustração  de artrópodes como ferramenta nas aulas de ciências e laboratório (PE)

EDUCAÇÃO ESPECIAL

  • 1º lugar – Somos iguais ou diferentes? Uma escola para todos (PE)
  • 2º lugar – Invasão de privacidade virtual (PE)

EDUCAÇÃO CIENTÍFICA

  • 1º lugar – Se liga! Respeite as diferenças (PE)
  • 2º lugar – Projeto Horta: agroecologia com sustentabilidade (PE)
  • 3º lugar – Nanotecnologia e estrutura atômica: método de aprendizagem comparativa JIGSAW (PE)
  • 4º lugar – Quintal Sustentável: abordagem sobre sustentabilidade nos quintais de Paudalho (PE)

FRANCIS DUPUIS

  • 1º lugar – Transformación del calor em electricidad para alimentar dispositivo móviles (México)
  • 2º lugar – Beneficios y propriedades del maní como activador nutritivo em los órganos del cuerpo humano (Colômbia)
  • 3º lugar – Fortalecimento del aprendizaje de las categorías gramaticales (Colômbia)
  • 4º lugar – Paseo por luque – videojuego didáctico (Paraguai)

INICIAÇÃO À PESQUISA

  • 1º lugar – Nordeste tem quatro letras: coco (PE)
  • 2º lugar – Sentimentos e Emoções (MG)
  • 3º lugar – A leitura em nossas vidas (PE)
  • 4º lugar – Partiu pré-história: das pinturas rupestres ao e-book (PE)

DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA

  • 1º lugar – Cultivando alface na escola com substrato produzido com casca de banana (PE)
  • 2º lugar – Biodigestor Anaeróbico caminho para sustentabilidade (PE)
  • 3º lugar – Você tem fome de quê? As “fomes” que oprimem e aniquilam o ser humano (PE)
  • 4º lugar – Química verde contra febre amarela (RJ)

DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

  • 1º lugar – Protótipo sustentável para dessalinização de água por destilação térmica (PE)
  • 2º lugar – DECRYPT: Decifrando descritores pedagógico (PE)
  • 3º lugar – Aula Extra (PE)
  • 4º lugar – IECQ: Interação e etnobotânica na comunidade quilombola de Conceição Crioula (PE)

INCENTIVO À PESQUISA

  • 1º lugar – Avaliação de extratos vegetais no controle de mosquito hematófagos (PE)
  • 2º lugar – Luz Refletida (PE)
  • 3º lugar – Produção de etanol e biofertilizante a partir de frutas (PE)
  • 4º lugar – Extrato da Semente do Nim para aplicações em pragas e insetos em hortaliças (PE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *