ANIVERSARIANTES DE MAIO

Dois notáveis cientistas de Pernambuco teriam feito aniversário este mês: a famacêutica Suely Galdino e o linguista Luiz Marcuschi

Se estivessem vivos, a farmacêutica Suely Galdino e o linguista Luiz Marcuschi teriam completado, neste mês de maio, 65 e 73 anos respectivamente. Eles estão entre os integrantes do projeto “Notáveis Cientistas de Pernambuco” que, a cada ano, escolhe um cientista do estado para homenagem póstuma. Passam a compor a caravana e percorrer todo o estado, com as caricaturas dos cientistas e atividades interativas que dão visibilidade a suas pesquisas e realizações. “É uma forma, não apenas de homenagear nossos cientistas, mas de fazê-los servir de exemplo para os jovens”, ressalta Roberta Cristina, da Gerência de Programas do Espaço Ciência.

SAIBA MAIS SOBRE A CARAVANA NOTÁVEIS CIENTISTAS DE PERNAMBUCO

Falecida prematuramente em 2012, SUELY GALDINO deixou imensa contribuição para a saúde pública do país. Foi a partir dela que surgiu o Grupo de Pesquisa em Inovação Terapêutica da UFPE, voltado para a descoberta, desenvolvimento e inovação de fármacos e medicamentos anticâncer, neuroativos, anti-hipertensivos, antidiabéticos, anti-inflamatórios, analgésicos e antiparasitários. O grupo é responsável ainda pelo desenvolvimento de rotas sintéticas de fármacos genéricos de interesse para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Articulada com pesquisadores de instituições acadêmicas e de pesquisas internacionais e nacionais, Suely  tinha participação ativa na discussão sobre Políticas Públicas de Saúde. À frente do “Grupo Integrado de Estudos e Pesquisas em Economia da Saúde (GIEPES) ”, ela estimulava a reflexão sobre aspectos econômicos e de gestão da saúde do país. Em uma de suas entrevistas, afirmou que “a saúde no Brasil é importada”, mas mostrou-se “otimista” com a diminuição da dependência externa. Para ela, era necessário “mais investimentos em formação de recursos humanos e em pesquisa, desenvolvimento e inovação para verticalizar a produção”.

Idealizadora do Projeto Sist-Farma do Estado, o objetivo era implantar uma estrutura de base tecnológica para produção de farmoquímicos essenciais ao Brasil. O projeto mantém-se em execução pela Startup Centro Avançado para Inovações em Saúde, que leva seu nome: “Instituto Suely Galdino” (CAIS-ISG). Leia mais sobre Suely Galdino

O gaúcho LUIZ ANTÔNIO MARCUSCHI chegou ao Recife em 1976 e sem alguns anos se tornou, como ele próprio costumava dizer, um “pernambucano de coração”. Sua formação, contudo, foi passada no Rio Grande do Sul e Alemanha. Filósofo, linguista e sociólogo, ele construiu, em seus trabalhos e pesquisas, um elo entre estas diversas áreas do conhecimento.

O papel social da linguagem fica evidente, por exemplo, na pesquisa desenvolvida por ele sobre “A Fala da Empregada Doméstica no Recife”. O resultado do estudo teve grande repercussão, não apenas na comunidade acadêmica local, mas também entre os pesquisadores do país.

Marcuschi é também o fundador do Núcleo de Estudos Linguísticos sobre Fala e Escrita – NELFE, nos anos 80, de onde saíram muitos dos trabalhos que ainda hoje circulam por instituições acadêmicas, escolas de ensino fundamental e médio do país, e oferecem uma perspectiva teórico-prática inovadora no estudo e no ensino de língua portuguesa.

Mais do que como um grande linguista, Marcuschi deve ser lembrado como um professor, um intelectual, um pensador humanista. Leia mais sobre Luiz Marcuschi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *