1ª REUNIÃO SNCT-PE

Foi dada a largada no processo de organização da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Pernambuco

Recife, Olinda, Caruaru, Riacho das Almas, Garanhuns, Lajedo, Macaparana, Rio Formoso, São Vicente Férrer, Tracunhaém, Araçoiaba, Paudalho, Saloá, Ferreiros. Estes foram os municípios representados na primeira reunião de organização da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Pernambuco.

“Foi um bom começo, inclusive com presença de cidades que não tem histórico de participação na SNCT. Mas queremos ampliar isso. Sentimos falta do Sertão, que geralmente participa ativamente do processo. Mas sabemos das dificuldades geradas pela distância.  No entanto, muitas cidades da Região Metropolitana poderiam ter uma participação mais efetiva”, afirma Roberta Cristina, da Coordenação da SNCT-PE.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS

Neste primeiro momento, os novos participantes puderam entender um pouco melhor o que é e como acontece a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Estabelecido em 2004 por meio de um decreto da União, o evento busca democratizar o acesso ao conhecimento científico e ocorre todos os anos em outubro, sempre com um tema diferente. Este ano, o tema é “Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável”.

ACESSE AQUI O PORTAL NACIONAL DA SNCT

Em Pernambuco, a coordenação fica a cargo do Espaço Ciência que, além de oferecer suporte e apoio nas ações de cada polo, produz exposições que são distribuídas entre as instituições participantes e, junto com a UFRPE, possui três caravanas que circulam nos vários municípios: o Ciência Móvel; a Caravana da Astronomia; e a Caravana Notáveis Cientistas de Pernambuco/Planetário.

As reuniões de organização são fundamentais para o êxito do evento. “Pernambuco sempre ocupa os primeiros lugares nacionalmente em número de atividades realizadas. No ano passado, por exemplo, fomos responsáveis por cerca de 13% das atividades do Brasil inteiro”, destaca o diretor do Espaço Ciência Antonio Carlos Pavão.

LEIA MAIS SOBRE A SNCT-PE

Outras quatro reuniões devem acontecer até a data oficial de realização do evento. “Vale ressaltar que, embora o período oficial seja de 21 a 27 de outubro, as ações podem acontecer durante o ano inteiro”, explica Pavão. O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação ainda não lançou edital. Mas, geralmente, há duas linhas de financiamento: uma estadual, na qual concorre o projeto do Espaço Ciência; e outra intermunicipal, que envolve projetos com abrangência de pelo menos dois municípios.

A iniciativa da criação dos coordenadores regionais, que teve início no ano passado, deu bons frutos e deve ser repetida este ano. São pessoas que atuam como articuladores em sua região, buscando agregar cidades vizinhas e ampliar o alcance da ação. O Espaço Ciência solicita aos que já são coordenadores regionais que confirmem seu interesse em permanecer na função e aos demais, que desejem desenvolver este trabalho, que manifestem seu interesse pelo e-mail comunicacaoec@gmail.com.  

CONFIRA OS NOMES DOS COORDENADORES REGIONAIS EM 2018

Na próxima reunião, prevista para 5 de junho, os interessados em abrigar a abertura ou encerramento da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em Pernambuco já devem apresentar suas propostas.

Durante a abertura e encerramento, as três Caravanas visitam o município em uma ação integrada, que também conta com a participação de outros polos parceiros. Em contrapartida, os municípios sede devem dispor de alimentação e hospedagem para a equipe, bem como garantir a infraestrutura, divulgação do evento, articulação com escolas e desenvolver uma programação especial para esta festa da Ciência e Tecnologia.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *