OBSERVATÓRIO DA SÉ

Programação incluiu homenagem a Yuri Gagarin e Semana dos Povos Indígenas

O Observatório Astronômico do Alto da Sé teve uma programação especial nos próximos dias. Na sexta-feira (12), a equipe do Observatório celebrou a aventura humana no espaço com projeções de vídeos e observação do céu com telescópios. A bordo da nave Vostok 1, o cosmonauta soviético Yuri Gagarin se tornou o primeiro homem a ser lançado no espaço em 12 de abril de 1961. Vinte anos depois,  em 12 de abril de 1981, seria lançado o primeiro Ônibus Espacial, o Columbia.

A celebração é mundial. Conhecido como “Yuri’s Night”, o evento foi realizado em 48 países e sete continentes, com cerca de 170 atividades cadastradas. Em Pernambuco, somente o Observatório da Sé esteve com programação especial para a data.

O voo da Vostok 1, que foi o primeiro grande marco da Corrida Espacial entre Estados Unidos e União Soviética, durou exatos 108 minutos.  Já no espaço, enquanto a nave dava a sua única volta em órbita da Terra, Yuri, aos 27 anos de idade, não segurou a emoção e disse: “A Terra é azul! Como é maravilhosa. Ela é incrível!”

SEMANA DOS POVOS INDÍGENAS – No domingo, terça e quarta (14, 16 e 17), a astronomia indígena foi o foco. Os visitantes puderam conhecer as constelações indígenas: sua localização, símbolos e significados. Também puderam entender um pouco a forma como os povos originários se orientavam pelo céu e sua relação com os astros.

Teve projeção de vídeos, animações e documentários sobre etnoastronomia; oficinas e observação telescópica de regiões descritas pela astronomia indígena brasileira e australiana. Estavam visíveis as seguintes constelações dos povos tupi-guarani: Queixada da Anta, Homem Velho, Veado, além da região chamada de Vespeiro. A lua, ou Yaci, estava se aproximando da fase cheia.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *